Encontre fornecedores para
o casamento de seus sonhos

Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar

Lógico que ninguém vai casar com quem detesta, a menos que viva na Idade Média, quando a mulher era prometida a outra família para atender interesses patriarcais. Lógico que quando se ama, ama-se completamente, se entrega, de corpo, alma, coração e com aquilo que de mais puro temos: a amizade verdadeira.

Ainda que muitos digam: “não, calma, ele é só um amigo”, ou “capaz cara, ela é praticamente uma irmã para mim”, às vezes há uma confusão sentimental que aperta feito salto quinze de bico fino um número menor que seu pé. Há quem diga que tem que ter muita, mas muita maturidade, para levar uma amizade ao patamar de amor verdadeiro, no sentido de formar com esse amigo(a), uma família.

Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar

Andar sobre a tênue linha que separa uma amizade (só amizade mesmo) de um amor que arrebata feito onda do mar que te pega de surpresa, é a razão para que muitos prefiram guardar esse sentimento para si, para não desmoronar tudo o que já se construiu. Mas há quem prefira se jogar. Abrir os braços e lançar-se no precipício da dúvida, para que as asas da confiança se abram e o voo seja plenamente revigorante. Mas antes de sair beijando os amigos na boca, calma! Respire fundo, pense mais, e dê tempo ao tempo, porque ele é o senhor de todas as verdades.

Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar

Foi o que fez o belo casal, almas gêmeas até no nome, Rafael Mantovani Barbosa e Rafaella Fagundes dos Santos Barbosa, que construíram sobre a sólida relação de uma amizade, uma paixão devastadora que levou ao amor mais bonito que um casal vive, parando em cima de um altar.

Mas antes do “sim” que selou as juras de amor um ao outro em 23 de abril deste ano, muita água passou por debaixo dessa ponte. Eles se conheceram em 2008, no primeiro ano da faculdade de Direito, se aproximaram em 2009, ficaram de “amizade colorida” até que, no exato dia 23 de dezembro de 2011, começaram “oficialmente” (como eles mesmo dizem) a namorar.

“Demoramos um pouco para enxergar que nos amávamos, mas, depois que nos declaramos um para o outro, nunca mais nos separamos. Quer coisa melhor do que se casar com o melhor amigo?”, diz ela, ainda suspirando. “Acabamos nos convencendo de que estávamos destinados a ser mais do que melhores amigos e iniciamos de maneira solene nosso namoro”, relata ele, meio formar, mas com os olhos de apaixonado pela esposa.

Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar

E o pedido de casamento? Ah, não podia ser mais encantador. Um verdadeiro filme romântico. “O pedido de casamento foi à beira da praia, em Carneiros, Pernambuco, em frente a uma igrejinha bem antiga. Ele se ajoelhou na areia, tirou a caixinha com as alianças do bolso e começou a se declarar. Foi tão lindo”, emociona-se ela. “Felizmente ela disse sim!”, conta ele, aliviado.

Casamento

Agora era a hora de voltar ao “mundo real” que todo casal encara: os preparativos para o casório. “Tivemos cerca de um ano e cinco meses para organizar tudo. A preparação foi bem difícil, pois, além de organizar o casamento, estávamos construindo a nossa casa. Foi um período bem estressante, mas, graças a Deus, deu tudo certo!”, lembra Rafaela.

Eles ainda dão dicas para quem está nessa empreitada. Para ele, o que vale é investir na felicidade: “a celebração, com certeza, é o mais importante, mas não deixem de organizar uma festa (recepção). Os gastos podem assustar, porém não há nada melhor que comemorar a celebração do matrimônio ao lado da família e dos amigos”.

Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar

“Para mim, o nosso casamento poderia ser descrito com apenas três palavras: bênção de Deus! Foi um dia mágico, que excedeu e muito as minhas expectativas! Com absoluta certeza, os gastos que fizemos e o empenho que tivemos organizando tudo valeram muito a pena! Foi um dia perfeito, para lembrarmos pelo resto das nossas vidas! Mas tente não se estressar tanto. Curtam o momento e escolham tudo com muito amor. Acreditem: o esforço valerá a pena”.

Vestido dos sonhos

Tudo pode estar estonteante numa festa, mas noiva mixuruca não dá, né amada? Para Rafaella seu vestido foi o auge de uma noite especial. “Eu já tinha experimentado vários vestidos, mas nenhum tinha realmente me marcado. Quando provei o vestido que usei, foi amor à primeira vista! Eu e a minha mãe não tivemos dúvida de que era com ele que eu deveria me casar”, revela, lembrando o quanto ela estava feliz com um vestido perfeito.

Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar

Agora, para eles, é curtir a vida a dois, sabendo que amizade é o que os fará continuar acreditando que o amor nos faz um. “Se soubéssemos que a vida de casados era tão boa, teríamos casado antes. É muito bom ter um companheiro para compartilhar a vida, principalmente quando essa é a pessoa certa, a quem você ama de todo o coração! Para os recém-casados eu diria: tenham paciência, respeitem as diferenças e o modo de criação um do outro, sejam parceiros e amigos”, diz ela. “Aos recém-casados, gostaria de dizer que o casamento verdadeiramente se inicia depois do oba-oba da lua-de-mel, quando surgem os primeiros desafios. Porém, o verdadeiro amor, que vem de Cristo, não cede a essas dificuldades, sendo indescritível a sensação de ser, com o seu cônjuge, uma só carne”, finalizou ele.

Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar Rafa e Rafa: quando a amizade subiu ao altar

Buffet: Buffet Paris | Cerimonial: Excelência Cerimoniais | Convites: RM Convites | Lembranças: Creative Fotocabine | Salão de festa: Villa Noale Eventos | Decoração: La Belle Flores | Doces: Janetti Khun | Bolo: Sodiê | Fotografia: Edu Freire | Vídeo: FineArt Filmes | Local da lua de mel: Punta Cana | Alianças: Ferraz Joalheiro | Vestido da noiva: Maximus Atelier | Traje do noivo: Maximus Atelier | Beleza da noiva (hair e make): Kafofo Cabeleireiros | Banda/DJ: Dj Raffa | Buquê: La Belle Flores | Sapato da noiva: Franca Calçados | Igreja/local da cerimônia: Villa Noale Eventos | Sonorização da cerimônia: Grupo Harmony

"Se você também está mergulhada no universo dos preparativos, já casou ou está casando alguém, converse com a gente! Adoramos compartilhar opiniões construtivas por aqui."